Educação

You are currently browsing the archive for the Educação category.

 

Ontem dia 22 de agosto a Escola nossa Senhora de Nazaré, o bibliotecário e professore das séries iniciais realizaram um evento de alusão ao dia do folclore, foram lidos: – parlendas, poesias, brincadeiras de roda e nossas lendas regionais. Buscando resgatar em nossos alunos as nossas manifestações culturais.

Clique na foto sequenciada.

No dia 18 de agosto no barracão da escola Nossa Senhora de Nazaré, professores e lideranças de várias entidades da vila de Cachoeira do Aruã reuniram-se para leitura do Regimento do TELECENTRO CULTURAL, e formação do Conselho Gestor, que irá administrar até 2014, este centro comunitário de grande importância para o povo deste lugar. No dia 30 de setembro será feita a eleição, sendo que cada entidade irá colocar para concorrer 2 de seus membros. Uma eleição democrática e participada por todos os comunitários.

Momento da leitura do regimento

 

No dia 30 também serão escolhidos os monitores que receberam cursos e oficinas, para estarem preparados para receber o público usuário.

Uma reorganização e interação, comunidade e Escola, visando o desenvolvimento intelectual e cultural no âmbito da educação informatizada, trazendo para o telecentro o comunitário trabalhador da roça e melhorando a visão de vida de nossos cidadãos.

Cachachoeira – Foto: Ray Andrade

Palco da praça

Mesa da lua

Alunos na área antes de entrar nas salas de aula.

Miller Duarte, representa Jesus. - Foto: Manassés Salgado

A emoção na caminhada da Via Sacra, em reflexão, nos comoveu o percurso de Jesus até o Monte Calvário.

CRISTO NOSSO SALVADOR

 

 

 

A juventude de Cachoeira do Aruã, direcionada pela Escola Nossa Senhora de Nazaré, mostrou na caminha da via sacra as estações vivas dramatizando os acontecimento e o grande sofrimento de Jesus, que carregou a cruz até o calvário. A primeira parte da Via Sacra, deu-se quando o ” povo” pediu a crucificação de Jesus, Pilatos pediu água e lavou as mãos, dizendo: “Não sou responsável pelo sangue deste homem. É problema de vocês”. Depois de mandar açoitar Jesus, entregou-o para ser crucificado. Então começou a caminha feita pelos fiéis da comunidade, a emoção passada pelos atores deu ao público e fiéis católicos a verdade sobre o sofrimento daquele que nos salvou.

Jesus recebeu o peso da cruz em seus ombros, o peso de nosso pecados, resistiu a dor e a humilhação, mas venceu a morte. Nesta caminhada da via sacra o povo refletiu sobre a importância da vida e o amor ao próximo, meditamos sobre as principais dificuldades que Jesus enfrentou no caminho até o calvário. E que sobre a cruz resplandece a luz da esperança, que não nos permite voltar atrás. E neste sentido foi transmitido que cruz se tornou para nós sinal de vitória.

Nesta foto, Jesus já está morto, nos braços de sua mãe que em nenhum momento o desamparou. Maria é verdadeiramente sinal de fidelidade, amor e compaixão. Contudo isso, possamos vislumbrar o brilho da ressurreição e a vitória de Jesus sobre a morte.

Ensaio peça teatral. Foto: Manassés Salgado

Todos os anos a comunidade católica de Cachoeira do Aruã, vive a ensenação da morte e ressurreição de Jesus, e ontém a tarde ocorreu o último ensaio, a peça será ensenada em via sacra, estações vivas, mostrando toda a via dolorosa que Jesus percorre até o monte calvário.

A primeira reunião de pais e mestres neste ano de 2012 ocorreu dia 26 de março na Escola Nossa Senhora de Nazaré. Acertos e acordos feitos foram firmados logo início de ano letivo.

Um encontro descontraído com muitas mensagens e grandes reflexões. A Diretora Maria Ivacilda Soares, apresentou os novos professores, o atual orientador pedagógico Manassés Salgado, e o calendário escolar de 2012. A mesma, propôs aos pais e pediu a opinião de cada um para decidirem sobre a construção da nova sala de aula que deverá ser feita, pois o número de alunos aumentou neste ano e será preciso uma nova sala. A Escola também foi contemplada com a o Projeto Mais Educação e também será necessário e preciso ter uma sala no objetivo de atender a demanda e a este projeto tão rico e, que sem dúvida veio acalhar em nossa comunidade. Na mesma ocasião o presidente da associação de moradores de Cachoeira do Aruã, deu sua mensagem, dizendo que a comunidade iria ficar sem energia, a enchente deste ano está muito acima da do ano passado, e a base de sustentação de energia está sendo tomada pela água, a comunidade e a escola está sofrendo com constantes falta de energia e equipamentos não estão sendo ligados devido ao acontecido. Enfim a reunião, veio terminar as 11 horas da manhã em boa conversa e que todos possam está unidos em outros momentos.

Cachoeira do Aruã em peso reuniu forças em uma limpeza na praça Prudêncio Fonseca.

Em uma manhã onde a Escola também participou levando todos os alunos de 5ª a 8ª séries.

A coordenadora do Bairro central Lúcia Campos mobilizou os moradores, e a direção da escola chamou os alunos para trabalhem juntos neste contexto, onde formar cidadão é agir com cidadania.

Comunidade limpa é um sinal de educação, e pra combinar, Cachoeira do Aruã é uma comunidade turistica e precisa está sempre com um ótimo visual.

Alunos da EJA com livros novos na sala de aula.,

No dia 7 de março de 2012, a Professora Ivacilda Soares diretora da Escola Nossa Senhora de Nazaré juntamente com o pedagogo Manassés Salgado entregaram livros didáticos a cada aluno do EJA (educação de jovem e adultos) encaminhado pelo setor responsável da SEMED ( Secretaria Municipal de Educação e Desporto).

Diretora Ivacilda Soares entregando livros.

 

 

 

Tudo isso, para que todos tenham condições de acompanhar os Conteúdos do Programa de Ensino num total de 64 livros entre as escolas N.S de Nazaré (Pólo) e Sagrado Coração de Jesus ( Anexo). Durante a entrega dos livros pediram aos alunos que não desistissem do curso.

Alunos do EJA na Escola Nossa Senhora de Nazaré.

Pensar em EJA, atualmente, exige que façamos uma retrospectiva sobre os principais programas e políticas desenvolvidas no Brasil nessa área.

Esse olhar para o passado, entretanto, não representa apenas um apanhado histórico sobre aquilo que foi desenvolvido nessa modalidade de educação. Trata-se de uma tentativa de entender quais foram suas preocupações norteadoras, buscando fazer uma avaliação destas e visando estabelecer pontos de referência para uma nova percepção do que representa uma EJA hoje, mais focada no desenvolvimento da cidadania e em acordo com os interesses e necessidades dos TRABALHADORES-ESTUDANTES que atualmente recorrem a esses cursos, na expectativa de concluírem sua formação básica e de adquirirem conhecimentos socialmente úteis e relevantes.

Foto: Manassés Salgado

Pais e mães de família, procurando através do estudo um futuro melhor.

« Older entries § Newer entries »